Notícias
Bibliotecários debatem o novo código de ética

Alunos e professores fazem reflexão sobre papel da profissão e ética , com a presença da professora Maria Lucia Beffa.

21/05/2019

A professora Maria Lucia Beffa, bibliotecária da Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP) e conselheira do Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB) acredita que o novo código de ética do bibliotecário atribui muita responsabilidade ao profissional diante do usuário e na construção de conexões. Na Semana de Biblioteconomia FESPSP 2019, ela discutiu o papel do profissional em tempos de convivência com fake news, censura, ingerência política, diversidade e questões de gênero.

“Somos profissionais transformadores do meio em que estamos”, ressaltou Beffa. A professora lembrou que existem 30 profissões regulamentadas no país e que o bibliotecário, como uma delas, é uma grande conquista. “Proteger a sociedade é a função da profissão regulamentada”. A professora destacou que o bibliotecário apesar de trabalhar em universo que não se restringe à gestão das bibliotecas ainda é estigmatizado por essa função. A regulamentação permite ressaltar o diferencial de competências e conhecimento que o profissional agrega, combatendo a ideia de que é só chegar e provisoriamente atuar como um bibliotecário. Beffa fez referência ao texto de uma novela na Globo em que o prefeito escala uma pessoa leiga para assumir temporariamente a biblioteca da cidade.

Texto e Foto: Lia Carneiro (Fato Relevante)

Mais Notícias
{[{newsItem.title}]} {[{newsItem.description}]}