Notícias
Alunos do curso de Administração apresentam projetos

Trabalhos foram baseados no método CBL de aprendizagem

13/06/2019

Os estudantes da graduação em Administração das turmas da manhã e do noturno fizeram no dia 11 de junho a exposição e a apresentação dos projetos desenvolvidos neste semestre.

Baseados no método CBL - Challenge Based Learning, que visa o processo de aprendizagem por meio de um desafio, os alunos partiram do tema Saúde e Bem Estar, com o objetivo de desenvolver um projeto que pudesse contribuir para a sociedade e para a cidade de São Paulo. A primeira etapa foi selecionar uma dor comum no grupo e que, por meio do projeto, pudesse de alguma forma ser transformada.

Na manhã do dia 11, o grupo formado por Diego Souza, Francine Monteiro, Natan de Britn, Nathalia Turella e Sintia Gonçalves apresentaram o Journey Game, projeto que visa identificar pontos de atenção nas relações sociais em jovens estudantes por meio de um jogo. A ideia é que, a partir dos jogos e suas escolhas, professores e coordenadores de escolas publicas possam identificar pontos de atenção quanto a questões como bullyng, retração social e isolamento. Dessa maneira, poderão ajudar o estudante em conjunto com a família.

Outro projeto demonstrado foi o Escuta Ativa, um espaço no metro especialmente desenhado para atender e orientar usuários sobre empregabilidade, questões de serviço social publico e orientação psicológica. A ideia é que o trabalho seja desenvolvido em parceria com outras instituições de ensino. Os alunos que apresentaram, André, Pamela e Vitória estavam entusiasmados com a ideia de poder levar o projeto ao metro. Eles fizeram uma pesquisa com os usuários e a maioria se mostrou favorável a implantação da ideia. 

No período noturno, foram apresentados outros cinco trabalhos:

O grupo Recicle-se propôs um projeto para implementação de uma máquina que incentiva o descarte adequado do lixo, ao oferecer retribuições e incentivos ao cidadão, em forma de créditos para compras, contas, impostos ou até mesmo recarga de celular.

O grupo Equilibre desenvolveu um projeto de incentivo a hábitos alimentares saudáveis nos restaurantes da Vila Buarque e adjacências. Através de um programa de fidelização, os restaurantes premiariam e incentivariam quem fizesse escolhas mais saudáveis entre as opções da casa. O grupo conseguiu aplicar o projeto em uma hamburgueria na General Jardim.

Já a equipe do grupo Avatar visa a prática do coping para reduzir o estresse dos motoristas de ônibus na cidade de São Paulo. O grupo também levantou a possibilidade da mesma ação ser aplicada em outras categorias profissionais.

O grupo Neturno desenvolveu um projeto de divulgação da importância do Saneamento Básico para prevenção da Dengue. Com foco nas crianças, o grupo propôs uma campanha educativa sobre o tema, propondo um jogo de conscientização.

A inclusão foi o tema escolhido pelo grupo Tohossou Vodum, projeto que visa criar uma empresa de consultoria para atuar na inclusão de profissionais autistas nas organizações trabalhistas. O grupo entende a necessidade deste tipo de serviço para conscientização das empresas sobre as reais necessidades de quem tem autismo, visando tornar o ambiente mais produtivo para o autista e para a instituição.

Foi a primeira edição de apresentação de projetos da FAD. Os trabalhos foram analisados por docentes de outras instituições de ensino superior, profissionais de RH e comunicação, CEOs de empresas e especialistas em projetos. 


Texto: Rodrigo Carani e Lia Carneiro.

Fotos: Andrea Leite, Lia Carneiro e Rodrigo Carani.

Galeria de Imagens
Mais Notícias
Docente da FESPSP participa de programa da TVT Prof. Dr. Paulo Silvino Ribeiro esteve no Bom Para Todos
Reportagem fala sobre absurdos nos anestesiarem UOLTab conversou com o Prof. Me. Hilton Cesário Fernandes