Notícias

Notícias


Seminário FESPSP 80 Anos

17/10/2013

Conselho Participativo amplia controle e participação da sociedade nas decisões da cidade

A instituição do Conselho Participativo Municipal, com eleições previstas para o dia 8 de dezembro próximo, São Paulo amplia a participação da sociedade nas decisões dos rumos da cidade.

A instituição do Conselho Participativo Municipal, com eleições previstas para o dia 8 de dezembro próximo, São Paulo amplia a participação da sociedade nas decisões dos rumos da cidade.

As 1.125 vagas ao Conselho Participativo Municipal terão quase 3 mil candidatos. Isso significa uma média de 2,5 candidatos por vaga em cada uma das 32 subprefeituras. Os eleitos vão fiscalizar as contas da Prefeitura, obras e participar de sugestões de melhorias para a região. O objetivo é ampliar a participação popular e dar transparência nas subprefeituras.

Este é um dos motivos para que o Seminário FESPSP 80 Anos – Brasil: Os Desafios do Futuro incluísse em sua programação o tema Os conselhos participativos e conferências como instrumentos de participação política, que contou com a Profa. Dra. Caroline Cotta de Mello Freitas, docente da FESPSP; o médico Jorge Kayano, do Instituto Pólis; e o Prof. Dr. Pedro Aguerre, da PUC/SP e Escola de Governo, para refletirem sobre o assunto.

Tivemos oportunidade de fazer uma breve entrevista com Jorge Kayano, pesquisador dos indicadores sociais, do orçamento público e especialista na avaliação de políticas e programas sociais e de gestões municipais, além de experiente ativista da gestão participativa.

Para o médico, a recente instituição do Conselho Participativo Municipal vem para completar um processo que começou com Conselho de Representantes, em 2004, mas que nunca se efetivou de fato.

Jorge vê com otimismo a participação e a disputa pelas vagas no Conselho Participativo Municipal, pois para ter o direito de se candidatar, o cidadão teria que ter 100 assinaturas subscrevendo sua candidatura, então quase de 300 mil eleitores participaram do processo. Ele acredita que em dezembro, o número de pessoas envolvidas deve aumentar consideravelmente.

Os índices de participação serão maiores na periferia do que nas áreas nobres não surpreendeu o pesquisador. Para ele, a população das regiões mais carentes se mobiliza mais e valoriza canais de participação, afinal são eles que se sofrem os problemas de infraestrutura.

Ele ainda explica que a cidade tem vários conselhos temáticos para discutirem a saúde, o transporte, as questões das crianças e adolescente, entre outras. O Conselho Participativo Muncipal vai poder apronfundar essa temática dentro do território, ajudando a adequar as necessidades e demandas específicas para cada região da cidade.

Ouça a entrevista na íntegra.

 




Veja Mais

Mapa do site

FESPSP
Institucional
Biblioteca
Tecnologia
Pesquisa
Extensão
Eventos
FAQ
Estude na FESPSP
Graduação
Pós-Graduação
Extensão
Debates Contemporâneos
 
2ª via do boleto
Agência FESPSP
Artigos
Comunicado
Eventos
FESPSP na mídia
Notícias
Palestras
Publicações
Seminário FESPSP 2017
Contato
Fale Conosco
Trabalhe Conosco
Localização
Ouvidoria

FESPSP nas redes sociais

FESPSP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

Rua General Jardim, 522
Vila Buarque - São Paulo - SP

11 3123 7800

© Copyright 2014 - FESPSP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

by HKL

Dúvidas?

Nós ligamos para você!

Envie seus dados através do formulário abaixo e nossos atendentes entrarão em contato com você!