Notícias

Notícias


TCC Biblio

12/12/2017

Competências do bibliotecário podem ajudar no empoderamento das mulheres, diz estudo

Natalya Amaral Stabile e Felipe Feliciano Joaquim, alunos do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação, apresentarão o TCC A atuação do bibliotecário no auxílio ao empoderamento das mulheres: uma análise do projeto Leia Mulheres, no dia 13

Estudo analisa como as competências dos bibliotecários no trato da informação pode contribuir como mediadores no processo de empoderamento das mulheres. O trabalho recebeu a orientação da professora Carla Regina Mota Alonso Diéguez e contará com as professoras Maria das Merces Pereira Apóstolo e Stella Christina Schrijnemaekers como arguidoras. 

RESUMO
 
A cultura machista ainda é presente em diversos setores da nossa sociedade. Muitas mulheres ainda sofrem com condutas opressoras e patriarcais. Muito tem se feito para mudar esse quadro. Entre as ações está o acesso a informação. A partir disso, viu-se necessário estimular os bibliotecários, detentores da informação, a atuar por meio da mediação da informação e da leitura, no auxílio ao empoderamento dos mais diversos tipos de mulheres. Para isso, esse trabalho analisou o Projeto Leia Mulheres a fim de ressaltar suas ações mediadoras e compará-las às ações biblioteconômicas. Realizou-se análise das rodas elaboradas pelo grupo, entrevistas com uma das mediadoras responsáveis e com três participantes a fim de coletar dados pertinentes. Observou-se que muitas ações tomadas dentro da roda estudada correspondiam às competências do profissional bibliotecário e, da mesma forma, verificou-se o dinamismo das rodas realizadas pelo Leia Mulheres em relação a reflexões, troca de experiências, aprendizado, sororidade e empoderamento. Conclui-se que o Projeto Leia Mulheres é eficaz em seus objetivos, promove acolhimento a suas integrantes, sororidade entre elas, informa, aproxima a leitura, estimula o aprendizado, garante espaço de fala e, principalmente auxilia no empoderamento. Com relação à atuação do bibliotecário, conclui-se que, apesar da ausência de um profissional formado na área, as mediadoras atuam no projeto por meio de competências biblioteconômicas. Sendo assim, tarefas como mediar informação, leitura, estudar as obras previamente antes de aplicá-las na roda, realizar parcerias com editoras e bibliotecas, promover acesso democrático, seja pelo local e linguagem dos materiais utilizados, podem ser executadas pelos bibliotecários e tornar o profissional mais próximo dos problemas sociais e mais dinâmico em sua atuação.
 
Palavras-chave: Feminismo. Empoderamento. Mediação da Informação. Mediação da Leitura. Leia Mulheres. São Paulo.
 
Serviço
 
TCC: A atuação do bibliotecário no auxílio ao empoderamento das mulheres: uma análise do projeto Leia Mulheres
Autoras: Natalya Amaral Stabile e Felipe Feliciano Joaquim
Orientadora: Profa. Dra. Carla Regina Mota Alonso Diéguez
Banca: Profa. Esp. Maria das Merces Pereira Apóstolo e Profa. Dra. Stella Christina Schrijnemaekers
Data: 13 de dezembro de 2017
Horário: 20h
Local: Campus FESPSP - Rua General Jardim, 522 - Sala 66 - Vila Buarque - São Paulo/SP
 



Veja Mais

Mapa do site

FESPSP
Institucional
Biblioteca
Tecnologia
Pesquisa
Extensão
Eventos
FAQ
Estude na FESPSP
Graduação
Pós-Graduação
Cursos Extensão
Debates Contemporâneos
 
2ª via do boleto
Agência FESPSP
Artigos
Comunicado
Eventos
FESPSP na mídia
Notícias
Palestras
Publicações
Seminário FESPSP 2017
Contato
Fale Conosco
Trabalhe Conosco
Localização
Ouvidoria

FESPSP nas redes sociais

FESPSP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

Rua General Jardim, 522
Vila Buarque - São Paulo - SP

11 3123 7800

© Copyright 2014 - FESPSP - Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo

by HKL

Dúvidas?

Nós ligamos para você!

Envie seus dados através do formulário abaixo e nossos atendentes entrarão em contato com você!