Mídia, Política e Sociedade

As sociedades contemporâneas têm sofrido radicais transformações nas últimas décadas a partir da digitalização das esferas da vida com a chegada da internet. Algo que impacta a sociabilidade e os processos comunicacionais como um todo. Desse modo, o curso de especialização Mídia, Política e Sociedade busca compreender a complexificação dessas transformações em suas diferentes, porém articuladas, dimensões: social, política, cultural, econômica e digital. 

Para isso, e compreendendo a complexidade dessa tarefa, a escolha das disciplinas pretendeu abarcar diversas perspectivas e recortes para analisar essa nova realidade social, compondo uma visão ampliada e holística. Além das três áreas das Ciências Sociais (Sociologia, Política e Antropologia), o curso conta com os fundamentos e ferramentas conceituais e práticas do campo da comunicação, dialogando de maneira relacionada, além de noções dos campos jurídico, econômico e do marketing.

 

A qual público se destina expand_more expand_less
O curso tem como público central professores da educação básica; jornalistas e profissionais da comunicação; ativistas; integrantes de ONGs e instituições sociais, bem como de movimentos sociais e organizações governamentais; assessores políticos, pesquisadores da área de mídia; empreendedores nas áreas de mídia; e interessados em geral em entender as dinâmicas culturais, sociais e políticas da mídia e suas implicações.
Objetivos e processo de aprendizagem expand_more expand_less
O curso Mídia, Política e Sociedade pretende trazer uma visão ampliada de compreensão da realidade atual a partir da perspectiva das Ciências Sociais e campos correlacionados, de forma reflexiva e crítica. Após a formação, o (a) aluno (a) estará habilitado(a) para entender o campo midiático a partir de concepções aprofundadas e inovadoras o que o capacitará para aprimorar sua atuação no mercado de trabalho, no meio acadêmico e/ou na construção de projetos comunicacionais e sociais.
Buscamos enfatizar o desenvolvimento do olhar analítico sobre a mídia à medida que abarcam a atuação coletiva da sociedade civil em ambiente digital, a impressão de novos códigos, sentidos e particularidades culturais, bem como a transformação realizada na comunicação, que também expressam as relações sociais e de poder a partir da interatividade e seus diferentes impactos sociais. Os pontos mencionados estão articulados e funcionando no contexto de uma determinada forma de governo, a democracia, que ganha novos contornos a serem compreendidos.
Realizado desde expand_more expand_less
2014
Mídia, Política e Sociedade
Desirèe Luíse Lopes Conceição
Mestre em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2018), cursou a pós-graduação latu sensu Mídia, Política e Sociedade na Fundação Escola de Sociologia e Política (2015), é bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela PUC-SP (2008). Pesquisa nas linhas mídia e política, comunicação política, internet, redes digitais, fake news e cidadania. Atualmente, é professora na pós-graduação da Fesp-SP e pesquisadora do Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (Neamp) da PUC-SP, bem como trabalha com coordenação de conteúdo e consultoria social. Possui 16 anos de experiência na área de comunicação e projetos sociais, com ênfase em jornalismo (reportagem, edição, consultoria e análise de projetos). Estuda política e cidadania desde 2011, passando por cursos livres na Universidade de São Paulo (USP), Instituto do Legislativo, Oficina Municipal e Escola de Governo.
Mídia, Política e Sociedade
Carga horária expand_more expand_less
Carga horária total do programa 372
Disciplinas expand_more expand_less
  1. Ciberpolítica e Cibercultura (60 horas)

A disciplina promoverá a compreensão do impacto das redes digitais nas formas de participação política e a relação com a cidadania. Para tanto, serão analisadas as   transformações tecnológicas nas sociedades contemporâneas, considerando a cultura digital e a constituição da sociedade em rede, os efeitos da comunicação digital e da ampliação da conexão entre os sujeitos sociais. Com as alterações na esfera pública e nas relações de poder, serão avaliadas as tensões presentes em um mundo conectado, com a presença de diferentes grupos, de variados matizes, atuando digitalmente e como esses estão influenciando a política dentro e fora das redes. Além de identificar os usos da internet e redes sociais para deliberação, ativismo, articulação social e influência.

  1. Estruturas Comunicacionais: Instituições e Dinâmicas Sociais – 60 horas

A disciplina se propõe a refletir sobre os sistemas de mídia em operação no Brasil, desde a radiodifusão de massa até o atual modelo baseado em plataformas digitais, e os impactos gerados pelo intenso cenário de digitalização no capitalismo contemporâneo. Serão debatidas as diferentes perspectivas teóricas a respeito do fenômeno comunicacional na interface com as dinâmicas políticas, econômicas, culturais e sociais, bem como os instrumentos jurídicos e regulatórios que estruturam as regras de funcionamento do sistema de comunicação. Debates importantes estarão presentes como o da liberdade de expressão e do direito à comunicação; a privacidade dos dados, a desinformação, os algoritmos e as aplicações de inteligência artificial (IAs), além da governança da internet.

  1. Comportamento e Campanhas Eleitorais – 60 horas

Nessa disciplina estudaremos o comportamento político, entendendo-o como a manifestação de identidades e imaginários coletivos que se amparam em valores e percepções políticas. As diferentes manifestações do comportamento político serão analisadas pela atuação de sujeitos políticos em um contexto de transformação dos meios de comunicação e de emergência das redes digitais. O campo da comunicação em sua intersubjetividade e característica sociotécnica acaba se constituindo como um dos principais palcos de disputas de poder hegemônico na contemporaneidade. E as eleições são um momento singular dessas disputas, portanto, também estudaremos diferentes campanhas eleitorais focando nas singularidades de cada dispositivo midiático, mas sem perder o elemento da convergência que caracteriza nosso ecossistema midiático. 

  1. Democracia e Sistema Político Brasileiro – 32 horas

O objetivo nesta disciplina é apresentar e debater as características das instituições políticas brasileiras, suas divisões e níveis de poder, analisando o funcionamento e as regras do jogo que influenciam nas decisões e estratégias dos atores políticos. Também contempla desenvolver a compreensão sobre os regimes democráticos representativos, abordando a atual configuração multipartidária no contexto do sistema partidário e a dinâmica eleitoral do país em sua particularidade.

  1. Comunicação e Opinião Pública – 32 horas

Esta disciplina tem como objetivo conceituar historicamente e apresentar as transformações do que se entende por opinião pública brasileira. Para tanto, pretende-se expor, analisar e debater a opinião pública no contexto democrático em suas dimensões atuais: mídia de referência, pesquisas de opinião e redes sociais na composição e transformação da esfera pública moderna até a interconectada. Deste modo, pretende-se compreender as formas de produção, os elementos da opinião pública e sua relação com o campo político brasileiro

  1. Antropologia das Mídias – 32 horas

A antropologia em atuação no campo das mídias é uma disciplina que considera os espaços comunicacionais como condição de interação social na contemporaneidade. Abordaremos a compreensão e as práticas comunicacionais nos dispositivos midiáticos que configuram valores, grupos, condutas, comportamentos, comunicação, imagens, deslocamentos e as interfaces das imagens que circulam de forma material e simbólica em redes sociais.

  1. Economia, Mídia e Sociedade – 32 horas

O capitalismo contemporâneo é caracterizado pelo processo de financeirização da economia e pela atuação das mega gigantes de tecnologia. Essa conformação tem impactos na produção e estruturação da mídia e, portanto, de toda a sociedade. Compreender a dinâmica da economia do nosso século é fundamental para os profissionais interessados nos novos modelos de comunicação. Articular o conhecimento capaz de instrumentalizar para uma análise aprofundada do processo econômico e das chamadas TICs (tecnologia da informação e comunicação).

  1. Empreendedorismo Multimídia – 32 horas

A disciplina parte do diagnóstico da transição das atividades de comunicação da era industrial para a era da sociedade tecnológica e informacional e analisa as transformações das condições técnicas, materiais e métodos abordando as novas fronteiras de atuação dessas atividades. Serão estudados casos nacionais e internacionais da revolução pela qual passa a indústria e a economia da informação e as perspectivas, oportunidades de atuação e empreendedorismo no cenário multimídia do século XXI. A disciplina também apresentará as principais técnicas de empreendedorismo na área da mídia com o objetivo de exercitar a criação, teste e avaliação de novos projetos.

  1. Marketing Digital: Planejamento, Técnicas e Monitoramento – 32 horas

Procuraremos analisar o marketing atualmente e abordar os aspectos fundamentais para as estratégias de comunicação que ampliem a visibilidade de marcas, campanhas políticas ou causas e ações sociais. Nesse contexto, as mídias sociais ganharão especial atenção, pois buscaremos compreender as etapas de planejamento e as técnicas de criação, implementação e gestão de atividades importantes para a presença digital de empresas, instituições, partidos políticos e organizações não-governamentais. O monitoramento de redes sociais em diferentes plataformas digitais e as ferramentas necessárias para isso também serão contemplados na disciplina, possibilitando identificar as tendências da  conversação nas redes por meio do mapeamento de assuntos e percepção dos usuários.

Trabalho de Conclusão de Curso expand_more expand_less
A avaliação dos alunos será realizada por meio da entrega de exercícios ao longo do curso a partir das necessidades de cada disciplina; um trabalho individual ao final de cada disciplina (privilegiando a modalidade estudo de caso); além do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ao final do cumprimento de todos os módulos formativos.
O TCC deverá ter a mídia como elemento constitutivo, sendo este o próprio objeto de pesquisa, ou ainda será possível fazer uso da internet na elaboração e/ou execução da análise. Dentre as modalidades de TCC aceitos, serão aceitos: projeto de pesquisa científica; projeto de pesquisa aplicada (capstone); artigo científico; artigo aplicado; e monografia. Suas diferenças e peculiaridades estão detalhadas no Manual de TCC da FESPSP. No que se refere ao projeto prático aplicado, poderá ser elaborado em grupo de alunos, que conduzirão pesquisas e produzirão análises, a fim de abordar uma questão prática de relevância para o campo em que a pós Mídia, Política e Sociedade se insere, aliando teoria e empiria.
Tanto no final de cada disciplina, quanto no TCC é exigido que o aluno atinja no mínimo a nota 7,0 (sete). Soma-se a isso a necessidade da frequência mínima em cada disciplina de 75% das aulas ministradas.

A avaliação dos alunos será realizada por meio da entrega de exercícios ao longo do curso a partir das necessidades de cada disciplina; um trabalho individual ao final de cada disciplina (privilegiando a modalidade estudo de caso); além do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ao final do cumprimento de todos os módulos formativos.
O TCC deverá ter a mídia como elemento constitutivo, sendo este o próprio objeto de pesquisa, ou ainda será possível fazer uso da internet na elaboração e/ou execução da análise. Dentre as modalidades de TCC aceitos, serão aceitos: projeto de pesquisa científica; projeto de pesquisa aplicada (capstone); artigo científico; artigo aplicado; e monografia. Suas diferenças e peculiaridades estão detalhadas no Manual de TCC da FESPSP. No que se refere ao projeto prático aplicado, poderá ser elaborado em grupo de alunos, que conduzirão pesquisas e produzirão análises, a fim de abordar uma questão prática de relevância para o campo em que a pós Mídia, Política e Sociedade se insere, aliando teoria e empiria.
Tanto no final de cada disciplina, quanto no TCC é exigido que o aluno atinja no mínimo a nota 7,0 (sete). Soma-se a isso a necessidade da frequência mínima em cada disciplina de 75% das aulas ministradas.
Mídia, Política e Sociedade
Inscrição expand_more expand_less

Processo Seletivo 2024/1

Modalidade de seleção 1 

É necessário inscrever-se e participar da apresentação do curso. 

  • 29/01 às 19h30;
  • 27/02 às 19h30;
  • 04/03 às 19h30;
  • 12/03 às 19h30.
Matrícula expand_more expand_less

Para realizar sua matrícula você deve enviar e-mail para a secretaria escolar da FESPSP (matriculas@fespsp.org.br)  com a seguinte documentação:

  • Diploma de Graduação (ou atestado de conclusão enquanto o diploma não estiver pronto);
  • Histórico da Graduação;
  • Cédula de Identidade;
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Comprovante de Residência atualizado;
  • 1 (uma) Fotografia recente, em formato 3x4.

A ESCOLA somente formará turmas com no mínimo de 25 (vinte e cinco) alunos, salvo situações especiais, sujeitas ao seu exclusivo critério. Se, no decorrer do curso, o número de alunos diminuir a ponto de comprometer o equilíbrio econômico-financeiro da relação contratual, a ESCOLA poderá juntar turmas ou oferecer vagas em cursos de igual natureza e conteúdo assemelhado, aos alunos remanescentes.

Especialização em Mídia, Política e Sociedade
18 meses
Duração
Terças e quintas das 19h às 22h30
Período
372
Carga Horária
Presencial
Modalidade
Investimento
18 parcelas de R$ 1.109,00
Válido para o ano letivo de 2024
Convênios
A FESPSP mantém convênios que oferecem descontos e condições especiais exclusivos para funcionários e associados de empresas ou instituições – confirma a lista dos convênios em vigor: https://www.fespsp.org.br/convenios/instituicoes-conveniadas
Depoimentos
Cursos Relacionados
Pós-Graduação Presencial Ciência Política O curso possibilita uma reflexão ampla sobre aspectos relevantes associados à carreira, tais como: teoria política; análise política; instituições e; questões correlatas, associadas principalmente à administração pública e às relações internacionais. Leia mais
Pós-Graduação Presencial Política e Relações Internacionais Faça uma reflexão crítica e abrangente dos principais fenômenos e atores das Relações Internacionais contemporâneas Leia mais
Publicações
Eventos